plastica

Cirurgia Plástica e sua banalização

O Brasil é o segundo país onde mais se realizam cirurgias plásticas, perdendo apenas para os Estados Unidos. Estar bem com seu próprio corpo, dar um up no seu visual e se sentir mais bonito(a) são apenas algumas das justificativas para se submeter as plásticas.

Mas será que todo mundo está preparado para isso?

A ditadura da beleza

Os brasileiros têm uma preocupação excessiva com a beleza, que cresce cada vez mais. A necessidade de estar sempre com a aparência jovem e exibir um corpo perfeito são alguns gatilhos que banalizam a cirurgia plástica.

Padronização da imagem nas redes sociais

Com a velocidade das informações e o crescimento das redes sociais com suas tecnologias cada vez mais avançadas (apps e filtros que estão em alta no Instagram), os padrões de beleza passaram a seguir uma linha de extrema perfeição. A cada minuto que você navega nas redes, encontra fotos de homens e mulheres com rostos e corpos “perfeitos”.

Obviamente que as redes sociais estimulam os cuidados com a beleza, qualidade de vida, trazem informações úteis e são meios importantes da atualidade, mas é fundamental saber os seus limites. Um bom cirurgião plástico sempre irá valorizar suas características individuais, ter moderação e dizer não quando for preciso.

4 passos essenciais antes de decidir pela cirurgia plástica:

1) Tenha expectativas reais
Se você acredita que a plástica será capaz de mudar totalmente seu visual e, até, mesmo sua personalidade a plástica não é para você. É sempre bom ter um acompanhamento psicológico antes da cirurgia para que as expectativas sejam totalmente reais.

2) Cuidado ao escolher o profissional
Está cada vez mais fácil encontrar “profissionais” que prometem o que podem e o que não podem para dar um up na sua beleza. Antes de tudo, médico não se escolhe pela internet! Tenha indicações, verifique se o médico é certificado pela SBCP, marque uma consulta presencial e tire todas as suas dúvidas com o cirurgião.

3) Confiança é essencial!
Conheça o cirurgião e se sinta bem com ele. Converse e não tenha medo de perguntar o que for preciso. Bons cirurgiões irão saber falar não e estarão sempre prontos para valorizar a sua beleza natural.

4) Planejamento é tudo!
Lembre-se: plástica não é mágica! É melhor esperar e fazer com um bom cirurgião e não escolher o mais barato. Afinal, o barato pode sair muito caro! Não tenha pressa, pesquise, evite preocupações e esteja totalmente preparado(a) para a cirurgia!

Conclusão

A calma é a chave do sucesso! Se você pensou em mudar alguma coisa no seu corpo hoje, não significa que amanhã esteja pronta fisicamente e, principalmente, psicologicamente para o procedimento.

Antes de tudo é preciso ter noção do próprio corpo e compreensão do que quer fazer. Após essa reflexão, é hora da escolha do cirurgião. Como sempre falo aqui, qualquer cirurgia precisa ser realizada por um profissional qualificado, em ambiente hospitalar e requer cuidados especiais. Nunca se influencie por modismo! Tire todas as suas dúvidas em uma consulta presencial e programe sua agenda e seu bolso.

Gostou do artigo de hoje? Continue acompanhando meu blog para ver mais sobre cirurgias plástica.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp